Polícia prende suspeitos de envolvimento na morte de sindicalista no sudeste do PA

0
12

Duas pessoas foram presas neste domingo (16) suspeitos de serem mandantes da morte do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Maria, Carlos Cabral Pereira, assassinado na zona rural da cidade de Rio Maria, sudeste do Pará. Foram cumpridos ainda sete mandados de apreensão domiciliar. Armas de fogo e munições foram apreendidas. As investigações seguem para tentar identificar outros envolvidos no crime.

O sindicalista Carlos Cabral Pereira foi assassinado a tiros na última terça-feira (11) em Rio Maria, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal O sindicalista Carlos Cabral Pereira foi assassinado a tiros na última terça-feira (11) em Rio Maria, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal
O sindicalista Carlos Cabral Pereira foi assassinado a tiros na última terça-feira (11) em Rio Maria, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

O crime ocorreu no dia 11 de junho. Carlos Pereira estava em uma moto a caminho de casa quando foi abordada por dois homens que estavam em outra motocicleta, segundo a Polícia. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Rio Maria, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o delegado Carlos Silva, o sindicalista sofria ameaças de morte. Equipes da Delegacia de Rio Maria e da Delegacia de Conflitos Agrários de Redenção iniciaram buscas para tentar prender os responsáveis pelo crime.