Mulher pega com drogas diz que tentava ajudar filho deficiente

0
10

Uma mulher de 36 anos foi presa na madrugada desta quinta-feira (4), com uma grande quantidade de maconha, alegando que iria comercializá-la para ajudar o filho, que é deficiente.

Conforme o boletim de ocorrência, o episódio aconteceu logo após a meia-noite, quando a Polícia Militar realizava um bloqueio próximo a Ponte Sérgio Motta.

A suspeita estava na garupa de uma motocicleta com um homem. Assim que avistou o bloqueio, o casal tentou fugir pela contramão.

A PM acompanhou os dois, solicitando que eles parassem a moto, o que não foi obedecido pelo casal, que pulou diversos canteiros e trafegou em vias na contramão.

Segundo o BO, os dois só foram presos no Bairro Jaime Campos, em Várzea Grande.

Com o condutor na moto, nada foi encontrado. Já na bolsa da mulher, os policiais encontraram um tablete grande de maconha.

Ela alegou aos PMs que pagou cerca de R$ 1,3 mil na droga e que iria comercializar o entorpecente.

A suspeita ainda informou onde seria a casa do homem que vendeu a maconha para ela.

A PM foi até o local e encontrou o suspeito, que também tentou fugir, mas acabou preso.

Além dos dois, foram presas outras duas pessoas que estavam na casa do suspeito para comprar drogas.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Polícia Militar.